PLANTÃO DE NOTÍCIA
Search

Riacho de Santana escreve uma página histórica no futebol

a







A cidade de Riacho de Santana no alto oeste potiguar, viveu uma tarde pra ficar na história do futebol. Pela primeira vez em uma competição oficial, uma mulher jogou em um campeonato de futebol masculino. A protagonista desta história é uma jovem de apenas 17 anos. Maria Melissa Leite  é Goleira na Equipe de futsal da escola Angelina Gomes  e já venceu Os JERN'S por três anos consecutivos e no ano passado venceu também o JUVERN'S inter regional na cidade de Apodí. O desempenho da atleta chamou a atenção de um time amador da zona rural onde ela reside no sítio Catigueira na cidade de Riacho de Santana. A portuguesa Master, time que disputa o campeonato municipal, consultou a comissão esportiva que organiza o campeonato para inscrever a atleta e após reunião chegaram a conclusão de não haveria impedimento e atleta foi regularizada para fazer  sua estreia neste domingo (10). O jogo entre a equipe da Portuguesa MasterTigre terminou com o placar 10x0,  e a equipe que ela defendeu foi eliminada da competição. O clube que ela defendeu já havia perdido a  partida  anterior no campeonato por 9x0 e ela não era não goleira. Ao final da partida Melissa se disse satisfeita com seu desempenho, apesar de não ter vencido a partida,  não baixaria a cabeça por sofrer uma derrota na estreia."Estou extremamente feliz pelo feito de jogar entre homens, sei que sou pioneira no esporte. Em uma semana onde se comemorou o empoderamento feminino e se discutiu muito sobre a capacidade da mulher, nada melhor do que mostrar que somos capazes de fazermos o que quisermos, vou seguir em frente".  Disse a goleira Melissa. O fato de uma mulher defender um time masculino levou muitos torcedores ao estádio, a  cada defesa feita pela goleira as mulheres gritavam e aplaudia sentindo ali representadas. A verdade é que o esporte viveu um dia épico, quebrando tabus e mostrando que o futebol é capaz de surpreender a cada dia. Viva o esporte. 







0 Você está em: “Riacho de Santana escreve uma página histórica no futebol