PLANTÃO DE NOTÍCIA
Search

É errado malhar a mesma parte do corpo dois dias seguidos? Descubra


Muitas pessoas começam a fazer musculação com o objetivo de aumentar uma parte específica do corpo, como as pernas, o peitoral, o bumbum, os braços. Aí, acabam cometendo o erro de fazer todos os dias exercícios para a mesma região.
 Sem orientação, malhar a mesma parte do corpo em dias seguidos pode prejudicar os resultados do treino e ainda aumentar o risco de lesão. Isso porque quando você "levanta peso" as fibras musculares se rompem. E é no processo de recuperação dessas rupturas (ou seja, no período de descanso) que o organismo torna os músculos maiores e/ou mais fortes. 
Ao repetir o treino para a mesma parte do corpo sem o devido intervalo, você vai atrapalhar o processo de reconstrução das fibras. Também tende a provocar um estresse muscular que leva à diminuição do nível de hormônios anabólicos (responsáveis pela construção do músculo e tecidos) e o aumento de hormônios catabólicos (responsáveis pela destruição dos tecidos e músculo), prejudicando os ganhos da musculação.
Além disso, ao serem exigidas demais, as fibras musculares que já estão com microrrupturas podem sofrer uma lesão maior. Ou você ainda pode sobrecarregar uma articulação ou outra parte do corpo para proteger a musculatura da região que não está totalmente recuperada. 
Qual o tempo certo para descansar?
O tempo que os músculos levam para se recuperar pode variar conforme a intensidade do treino, nível do atleta, rotina de sono e alimentação. No entanto, geralmente é indicado é dar um intervalo de pelo menos 48 horas antes de malhar a mesma parte do corpo --ou seja, treinar uma mesma parte do corpo dia sim, dia não.
"Para pessoas que não têm uma rotina constante na academia ou estão iniciando na atividade física esse intervalo pode chegar até 72 horas", afirma Roberto Bizaco, médico do esporte e preceptor da Medicina Esportiva do Hospital das Clínicas da FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo).
Em alguns casos, pode ser necessário até uma semana para que seus músculos se recuperam totalmente do esforço. "O que a gente tem observado nos estudos é que o tempo varia de acordo com as séries, independentemente das repetições. Por exemplo: se a pessoa faz quatro séries de agachamento e quatro de leg press --que resultam em oito séries de exercícios para pernas --, o necessário, em média, já é de uma semana para a região se recuperar", ressalta Paulo Gentil, profissional de educação física, doutor em ciências da saúde e professor da UFG (Universidade Federal de Goiás). 
Fiquei sem dor no dia posterior. Posso treinar?
A dor é muita associada às microlesões geradas pelo exercício e o resultado do treino, mas nem sempre ela acontece. Portanto, não sentir desconforto não libera você para malhar novamente a mesma parte do corpo antes do período de recuperação recomendado pelo professor da academia. 
Motivo: o treino algumas vezes promove uma analgesia, que gera a falsa sensação de você estar sem dor mesmo quando a recuperação ainda não aconteceu completamente. "O pico de inflamação começa em dois dias e a recuperação demora até quatro. Por isso, deve-se esperar a fase inflamatória acabar para iniciar qualquer tipo de exercício", diz Gentil.
Do UOL



0 Você estar em: “É errado malhar a mesma parte do corpo dois dias seguidos? Descubra