PLANTÃO DE NOTÍCIA
Search


Mesmo com o alto investimento, o Flamengo lucrou mais de R$ 100 mi em 2015 

 

O ano de 2015 parece ter sido bom para os cofres dos clubes brasileiros. Um estudo realizado pelo Itaú BBA apontou que o faturamento das 12 equipes mais tradicionais do País cresceu em 12% no ano passado, chegando a 2,58 bilhões de reais, pois os custos aumentaram menos que as receitas, atingindo 2,34 bilhões de reais. Apesar disso, apenas oito clubes terminaram o ano com saldo positivo.
O levantamento intitulado 'Análise Econômico-Financeira dos Clubes de Futebol Brasileiros - Pré-Temporada 2016', estudou as finanças referentes a 2015 de Corinthians, São Paulo, Santos, Palmeiras, Fluminense, Flamengo, Vasco, Botafogo, Internacional, Grêmio, Atlético-MG.
"A maior parte dos clubes avaliados nessa tentativa de projeção de resultados não parece apresentar condições melhores do que em 2014", afirmou César Grafietti, superintendente de crédito do Itaú BBA e responsável pelo estudo, em entrevista ao site Exame.com.
Na análise, Corinthians, Atlético-MG, Grêmio e São Paulo apresentaram saldo negativo, sendo a situação do clube mineiro a mais grave: o déficit foi de R$ 21 milhões, contra R$ 7 milhões dos gaúchos, R$ 6 milhões do clube tricolor paulista e R$ 4 milhões do alvinegro de Parque São Jorge.
Em situação oposta, o Flamengo teve saldo positivo de R$ 115 milhões, seguido de Palmeiras, com R$ 33 milhões, e Fluminense, com R$21 milhões.
Grafietti analisou a situação atual das equipes segundo o estudo. "Alguns clubes continuam sendo exceção, mas a maioria padece de maior equilíbrio entre receitas e custos", declarou o superintendente.
Segundo o Itáu BBA, as receitas e os custos dos clubes foram projetados a partir de balanços intermediários cedidos por alguns times em 2015 e por informações divulgadas pela imprensa.

 



0 Você estar em: “