PLANTÃO DE NOTÍCIA
Search

Com direito a jogo com 33 pessoas, estadual do RN tem médias baixas

Alecrim x Santa Cruz-RN (Foto: Divulgação/Alecrim)


Os campeonatos estaduais já foram considerados torneios competitivos, charmosos, atraentes e lucrativos para as equipes que os disputavam. Em 2015, a realidade é completamente diferente. Em meio às diversas críticas feitas aos formatos adotados por todo o Brasil, o Campeonato Potiguar não fica de fora da lista. No ano em que ABC, América-RN e Alecrim completam 100 anos, a presença do público nos estádios é pífia. São muitos os motivos que podem ser apontados como os causadores dessa decadência, mas a verdade nua e crua é que os potiguares estão deixando de ir aos estádios. Este "fenômeno" pode ser exemplificado através dos cinco piores públicos da competição.


Em quinto lugar está o duelo entre Palmeira e Potiguar, pela quarta rodada do segundo turno, que teve um público total de apenas 95 torcedores no Estádio Nazarenão. Com diferença de apenas uma pessoa, logo depois vem a partida entre Alecrim e Palmeira, no Barretão, onde 94 torcedores estiveram presentes.
Abrindo o pódio está o primeiro jogo dos playoffs que definiu o único rebaixado à segunda divisão do estadual. O confronto entre Força e Luz e Corintians-RN foi prestigiado por somente 64 torcedores. O segundo lugar deste ranking ingrato traz novamente o Alecrim como protagonista. No jogo diante do Santa Cruz-RN, no Estádio Barretão, foram ouvidas somente 54 vozes ecoando no estádio e empurrando o alviverde em busca da conquista da vaga na Série D.
O pior público do Campeonato Potiguar de 2015 foi protagonizado novamente pelas equipes do Força e Luz e do Corintians-RN, desta vez pela última rodada do primeiro turno, quando ambas as equipes já sabiam que disputariam os playoffs do rebaixamento. No Estádio Barretão, onde quatro dos cinco piores públicos da competição foram contabilizados, apenas 33 torcedores assistiram ao duelo, uma marca que dificilmente será "batida" ainda este ano.

E se os jogos não têm atraído os torcedores aos estádios, as médias de público do estadual deste ano acendem sinal de alerta e reforçam o pensamento de que o torneio deve ser repensado a fim de levar mais pessoas aos estádios e dar mais lucros aos clubes. Levando em conta todos os 71 jogos realizados até então no Campeonato Potiguar, contando o primeiro e o segundo turno, os jogos levaram 86.562 pessoas às praças esportivas do estado, com uma média de apenas 1.219 espectadores por partida.

No primeiro turno, quando 10 equipes disputavam a competição, 53.315 pessoas foram aos estádios, com média de 1.184 por jogo. O returno, que, após os playoffs do rebaixamento conta apenas com oito equipes, está em sua reta final. Faltando uma rodada apenas para o fim da Copa Rio Grande do Norte, somente 32.801 pessoas foram aos estádios assistir a uma partida do estadual, um pouco mais do que a capacidade total da Arena das Dunas, maior estádio do RN. Assim como no primeiro turno, a média de público também é muito ruim: 1.366 pessoas por jogo.
América-RN x Baraúnas Arena das Dunas (Foto: Augusto Gomes/GloboEsporte.com)


TAG

0 Você estar em: “Com direito a jogo com 33 pessoas, estadual do RN tem médias baixas