PLANTÃO DE NOTÍCIA
Search

Prefeito renuncia " para não ser desonesto"

Como prefeito, Márcio Faber recebia R$ 5,8 mil.“Não tive problemas com ninguém, mas financeiramente ficou inviável continuar. Preferi pedir para sair do que roubar dinheiro dos cofres públicos”, explica.
Márcio Faber, que renunciou o cargo nesta quarta-feira (31), já arrumou um novo trabalho. O médico, com especialização em ginecologia, vai voltar a exercer a profissão em outra cidade da região de Itapetininga (SP), que preferiu não identificar.

Em entrevista ao G1 Itapetininga e Região, Faber afirmou que sua decisão foi baseada exclusivamente em argumentos financeiros, já que antes de assumir a prefeitura ganhava uma renda de aproximadamente R$ 30 mil. Com o cargo de prefeito, o salário dele era de R$ 5,8 mil. “Não tive problemas com ninguém, mas financeiramente ficou inviável continuar. Preferi pedir para sair do que roubar dinheiro dos cofres públicos”, explica.

O ex-prefeito afirmou também que sabia do valor do salário para o cargo, mas que tinha como ideal levar um novo governo para o município. Faber garante que não se arrependeu em assumir o cargo, mas a situação financeira particular ficou desequilibrada. Ele acredita que tomou a decisão certa. “Quando fui eleito, assumi porque sabia que Paranapanema precisava de uma administração melhor. Acredito que deixo as pessoas certas no meu lugar, mas para mim não dava mais”.

Faber começa no novo emprego a partir desta quinta-feira (1). De acordo com o médico, a renda mensal deve voltar a ser a que tinha antes de se tornar prefeito.

A decisão do médico foi informada na manhã desta quarta-feira através de um ofício enviado à Câmara Municipal. O presidente da Câmara dos Vereadores, Leonardo de Araújo, convocou sessão extraordinária que foi realizada na tarde desta quarta-feira. Na sessão, o cargo de chefe do executivo foi transferido para o vice-prefeito, Antônio Nakayashi.

Segundo o diretor administrativo da prefeitura, Luiz Antônio Galvão, na noite desta terça-feira (30), Faber reuniu os secretários e assessores em uma reunião para justificar sua saída.


Márcio Faber foi eleito em outubro de 2012, com 5.873 votos para administrar a prefeitura de
Paranapanema. Ele fazia parte da coligação 'Inovação é agora', que reunia os partidos PT e PV. Esta foi a primeira vez que Faber concorreu a um cargo público.


TAG

0 Você estar em: “Prefeito renuncia " para não ser desonesto"