PLANTÃO DE NOTÍCIA
Search

Estado quer saber onde estão seus professores

Uma pesquisa que está sendo concluída pelas Secretarias Estaduais de Educação e de Administração vai identificar os professores da rede estadual de ensino ausentes da sala de aula. O governo quer saber quantos professores não estão lecionando porque ocupam outros cargos em escolas e órgãos da rede estadual de ensino e quantos estão de licença médica para tratamento de saúde. A pesquisa vai conhecer também o número exato de professores que estão distribuídos em outras secretarias e até aqueles casos em que não ocorre nenhuma dessas situações, mas há o recebimento do salário mesmo sem comparecimento à sala de aula.
O Estado possui aproximadamente 18.200 professores ativos que recebem mensalmente através da folha de pagamento da Secretaria da Administração (Searh). Ao fazer o cruzamento desse número com o cadastro dos professores que estão nas escolas, mas não obrigatoriamente em sala de aula, a pesquisa identificou 4.900 profissionais que não estão trabalhando em escola, sendo que 1.100 destes estão em atividade nos órgãos centrais de educação, como Diretorias Regionais (Direds) e coordenadorias do nível central.

A diferença desse confronto resulta em um total de 3.800 professores que, teoricamente, não foram encontrados, mas segundo o subsecretário de Recursos Humanos da Searh, Mário Sérgio Gurgel, não se pode informar que não está trabalhando. A explicação é que dentro desse último número existe ainda um percentual considerável de profissionais que estão de licença médica para tratamento de saúde. Mário Sérgio acredita que até a próxima quinta-feira, 15, a pesquisa será concluída e poderá divulgar os números finais. Fonte: Diário de Natal


TAG

0 Você estar em: “Estado quer saber onde estão seus professores