PLANTÃO DE NOTÍCIA
Search



Câmara de Luis Gomes pode ter primeira CPI da História

              O Presidente da Câmara Municipal de Luís Gomes, vereador José Ismar Ferreira, está sendo acusado de se apropriar indevidamente de R$ 142.234,91 (Cento e quarenta e dois mil, duzentos e trinta e quatro reais e trinta centavos). Os recursos fazem parte da Contribuição Previdenciária dos vereadores e funcionários do Poder Legislativo de Luís Gomes, referente à parte dos anos de 2010 e 2011.
A informação chegou ao conhecimento público com mais força nessa última quinta-feira, 27 de outubro, quando o prefeito Francisco Tadeu Nunes procurou o Promotor Dr. Ricardo José da Costa Lima e, entre outros assuntos, denunciou o caso. Documentos ficaram de ser encaminhadas pelo Prefeito ao Promotor. Um Inquérito Civil Público deverá ser aberto para apurar a denúncia.
O esquema foi descoberto pelo contador da Prefeitura, o senhor Arimatéia Chaves. O prefeito, informado do caso, encaminhou ofício ao vereador José Ismar Ferreira para que ele comparecesse a Prefeitura Municipal para prestar esclarecimentos. Na conversa entre ambos ficou acordado, inclusive com a assinatura de um Termo, que o vereador não só reconhece a dívida, mas aceita que a Prefeitura retire, até o ano de 2014, R$ 5.000,00 (cinco mil reais) mensal, dos recursos que ela repassa todo o mês à Câmara.
Diante da denúncia o vereador Luciano Pinheiro de Almeida (PT) propôs que fosse aberta uma Comissão Parlamentar de Inquérito ou Comissão Especial de Inquérito para apurar o suposto desvio de recursos do duodécimo da Câmara, no período de 2009 a 2011, especialmente sobre o fato que originou esta denúncia. Caso venha a ser instaurada a CPI será a primeira na história da Câmara Municipal de Luís Gomes.


TAG

0 Você estar em: “