PLANTÃO DE NOTÍCIA
Search

Paciente com câncer terminal realiza desejo e se casa na capela do hospital

Esse não era um casamento comum. José, portador de câncer no pâncreas, está em fase terminal. Mas a doença não o impediu de concretizar o grande sonho: casar-se com a mulher com quem compartilha a vida há mais de duas décadas. “Ele me pediu em casamento há 15 dias. Sempre foi o sonho dele, e agora conseguimos concretizar”, contou Marinalva. Ao dizer sim, a dona de casa e mãe de dois filhos frutos dessa união mostrou que, ao contrário da vida, o amor não é impermanente.

José sempre acreditou que faltava oficializar o matrimônio perante a lei. Em novembro do ano passado, quando completou 54 anos, o pedreiro havia planejado uma festa para comemorar a união, mas, devido ao pouco tempo disponível, teve que adiar a cerimônia. Há quatro meses, descobriu que tinha câncer. Iniciou o tratamento no Hospital de Base de Brasília, mas foi transferido para o HAB depois da rápida evolução da doença. Diante da situação, não quis perder a chance de levar a companheira ao altar. “Tudo começou com uma queimação na garganta, azia e enjoo. Nunca imaginamos que seria assim. Temos muitos planos”, enfatizou Marinalva.

O amor do casal e o pedido de casamento formulado na ala para doentes terminais emocionaram funcionários e voluntários. Para conseguir organizar uma cerimônia em menos de uma semana, eles concentraram esforços. Todos contribuíram com doações e dedicação para que tudo desse certo.
Um beijo selou a união e o cumprimento do desejo de José. Para Marinalva e a família, as lembranças dos momentos que passaram juntos e viverão para sempre. “O câncer já evoluiu muito, e esta é uma forma de realizarmos um último pedido. Ele queria muito o casamento. Entramos em contato com os voluntários e com nossa equipe e eles fizeram acontecer”, disse a assistente social do HAB, Soraia Diniz.

Emocionada, a filha do casal, Estela dos Santos Escórcio, 21 anos, esperava ansiosa pelo arremesso do buquê da mãe. Quando a noiva lançou as flores, o arranjo foi direto para as mãos de Estela. “Se eu puder casar, quero que seja assim, uma relação tão feliz quanto a deles”.


TAG

0 Você estar em: “Paciente com câncer terminal realiza desejo e se casa na capela do hospital