PLANTÃO DE NOTÍCIA
Search

Matéria do blog do Ivanilson Alfredo de 9 de outubro de 2011

O SISTEMA JOGA SUJO

 O pior da luta contra o Sistema é que não conseguimos individualizar o adversário. Não conseguimos identificar o responsável pela nossa ira. 

Não conseguimos olhá-lo no olho e lhe dizer o que ele merece escutar. Lutamos contra algo amorfo, sem consistência definida, sem limites delineados, que não oferece resistência imediata e clara. Há pequenos recuos ante nossa indignação, que são apresentados pelos tentáculos do sistema – os seus operadores – e uma imediata, homogênea e difusa contrapressão como resposta ao incômodo que causamos e nós terminamos sendo manipulados e conduzidos, lenta e inexoravelmente, para o lugar que nos foi reservado.

 Em uma instituição de ensino  desta cidade em que a administração se diz de mãos dadas com o povo uma jovem professora recém-contratada percebeu, em certo momento de desconforto profissional alusivo à “como as coisas estavam acontecendo” no seu Departamento, como quem acorda abruptamente e a realidade penetra sem rodeios sua percepção, um insidioso e ainda opaco processo de mudança nos paradigmas implícitos que governavam a Instituição.

Muito abstrato? Exemplifico.

Não é de hoje que os salários do servidores contratados pela prefeitura de Riacho de Santana, são pagos com atraso. Isso já é uma marca da atual administração. Um servidor que tem vários meses atrasados nos confidenciou que alguns tem mais de seis meses de salários para receber e ainda fazem boca de “fechecler” fingem que está tudo bem para permanecerem no emprego, caso contrário serão demitidos. Ai eu lhes pergunto: de que serve um emprego em que você não recebe o salário? Para alguns o importante é figurar entre a “elite” como funcionário publico, alguns fingem que trabalham, outros fingem que pagam e fica tudo certo.  

JOVENS RECÉM-FORMADOS CLAMAM POR UM CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL, QUE NÃO ACONTECE NESTE MUNICIPIO HÁ MAIS DE DEZ ANOS.

Um caso nos chamou a atenção esses dias, tomamos conhecimento de uma professora que foi convocada para lecionar na escola municipal, e aceitou o convite, depois de seu primeiro mês trabalhado nada de pagamento, ela questionou sobre seus vencimentos, apenas prometeram regularizar, depois do segundo mês nada de dinheiro, ela então voltou a indagar sobre o não recebimento dos seus atrasados e foi apenas informada da seguinte frase: “o nosso sistema é esse se não quer tem outros que querem”. Ela então pediu demissão. Procurada pelo nosso blog ela não quis entrar em detalhes, mais nos  confirmou a informação. E desanimados nos indagamos, o que fazer? Nada pode ser feito é triste mais é a verdade.

Pois a ideia precede a ação, não há ação no vazio da mente, e assim emerge o sistema: uma ideia mutante, uma ideia fora do sistema anterior, fora do padrão, uma ideia que é um vírus em busca de um ambiente fértil no qual se replique, se desenvolva. Um “meme”.

“Quando o primeiro ser humano cercou uma área de terra e afirmou que ela lhe pertencia, eis que surge uma ideia-mutante. Uma vez tendo surgido, e sobrevivido, atraiu outras ideias que puderam a ela se conectar, a mutação funcionando como atrator, ensejando o surgimento de uma rede. A rede é o Sistema. O Sistema é ideias e homens. O Sistema passa a se expandir na medida em que supera os obstáculos à sua expansão. Assim foi com o rock; assim foi com o futebol; assim foi com o protestantismo; assim foi, no Direito, com o Positivismo; assim foi com o cálculo integral. Sistemas destroem Sistemas.

O Coronelismo se foi; o Feudalismo se foi; o Cangaço se foi; Roma se foi; todos eles Sistemas que entraram em colapso. Tudo há de ir, um dia.

Enquanto isso, na moenda da vida, homens e ideias são triturados.”


TAG

0 Você estar em: “Matéria do blog do Ivanilson Alfredo de 9 de outubro de 2011