PLANTÃO DE NOTÍCIA
Search

Justiça ordena que São Paulo devolva a Taça das Bolinhas

 Derrotado pelo Flamengo no domingo, pelo Campeonato Brasileiro, o São Paulo acabou causando mais uma alegria à equipe carioca. Nesta terça-feira, a Justiça do Rio de Janeiro determinou que a equipe paulista devolvesse a Taça das Bolinhas à Caixa Federal. O departamento jurídico do São Paulo ainda não foi informado oficialmente da decisão, mas já avisa que vai recorrer.

Ainda é possível que a equipe paulista consiga manter a posse do troféu, no Superior Tribunal de Justiça - a promessa é de luta até a última instância. Até que o recurso seja julgado, entretanto, a Taça das Bolinhas terá que ficar nos cofres da Caixa Econômica Federal, criadora da premiação.
 
Os advogados do Flamengo consideram a decisão da justiça carioca uma vitória. A dúvida em relação ao dono da Taça das Bolinhas é consequência do confuso Campeonato Brasileiro de 1987, quando o Flamengo venceu o módulo verde Copa União, organizada pelo Clube dos 13, e se recusou a enfrentar os primeiros colocados do módulo amarelo. Por isso, a CBF, na época, considerou o Sport como campeão.
 
O problema é que a Taça das Bolinhas tinha como regra ser oferecida a quem fosse campeão brasileiro cinco vezes ou alcançasse três títulos consecutivos. Na visão do Flamengo, que se sente campeão em 1987, ele teve direito a ficar com o troféu ao ser pentacampeão nacional em 1992.
 
A justiça pernambucana, entretanto, exige que a CBF mantenha a decisão de que o Sport é o único campeão brasileiro de 1987. Com isso, o São Paulo seria o dono do troféu por ser o primeiro pentacampeão brasileiro ao vencer o torneio em 2007.


TAG

0 Você estar em: “