PLANTÃO DE NOTÍCIA
Search

Mais de 65 mil famílias devem fazer o cadastro sob pena de perderem o benefício a partir do mês de setembro.

 

Até o final do mês de setembro, as 65 mil famílias potiguares que têm direito a Tarifa Social de Energia deverão procurar a sede da Cosern para efetuarem o cadastramento sob pena de perder o subsídio tarifário.

Estão aptos a receberem o benefício as famílias com consumo acima de 40 kWh e que tenham renda mensal per capita de até meio salário mínimo e que possuam NIS, número que comprovam a condição financeira.

De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), todos os clientes residenciais com consumo acima de 65 kWh deveriam se cadastrar até o último mês de agosto para manter o subsídio tarifário, que concede descontos de até 65% na conta de energia.

Os consumidores que não possuem NIS, mas atendem aos critérios de renda, devem inicialmente procurar a prefeitura do município onde residem, solicitar a inscrição no Cadastro Único para programas sociais do Governo Federal (CadÚnico), obtendo assim o seu NIS, que deverá ser informado à Cosern.


TAG

0 Você estar em: “