O Indicador Serasa Experian de Inadimplência do Consumidor fechou o primeiro semestre do ano com alta de 22,3%, na comparação com o mesmo período do ano anterior, representando o maior aumento em nove anos.
De acordo com a empresa, "o consumidor enfrenta uma redução no poder aquisitivo e o crescente endividamento dificulta o pagamento das dívidas assumidas anteriormente". Como reverter o quadro?
Atitudes simples, com pequenas mudanças na rotina e reavaliação da planilha de orçamento, podem ser o pontapé inicial para cortar gastos e sair da inadimplência.