PLANTÃO DE NOTÍCIA
Search


Inicialmente gostaria de informar que o criador e moderador deste portal não tem, absolutamente, nenhuma responsabilidade ou mesmo sugestão sobre esta produção ou qualquer outra por mim elaborada. O mesmo apenas, gentilmente e de forma democrática, cedeu-me o espaço de postar aquilo que me “der na telha”, se isentando de qualquer tipo de atribuição sobre o que eu escrever.


MEDO, COVARDIA, OMISSÃO OU AMBOS???

Até agora estou tentando, mas ainda não consegui compreender como alguém que cria um portal na Net e o chama de democrático não admite opiniões que forem de encontro a sua ideologia. Aliás, apregoa que não exporá comentários “maldosos” que enegreçam a imagem de qualquer pessoa, porém o faz, só que apenas de forma unilateral. Estou dizendo isto porque fui vítima de um destes “blogs da vida” ou da rede mundial de computadores, no qual tive a ousadia de me contrapor ao que estava exposto no mesmo. Por vezes, minhas opiniões foram deletadas, contudo, insisti, insisti e insisti… Até chegar ao ponto de obter uma resposta do “dono” daquele ambiente virtual, mas, ao que podemos perceber, não de sua opinião. Contudo não foi só, quando uma minúscula parte daquilo que postei ficou exposta, uma enxurrada de comentários surgiram me bombardeando, enaltecendo o blogueiro, etc. Diante de tal situação e, como vivemos em um “Estado Democrático de Direito”, senti o dever de responder a todos, lhe solicitando este benefício. Não obtive retorno, mas mesmo assim o fiz. Porém, mal postei as respostas naquele ambiente, estas foram, novamente e, como era de se esperar – EXCLUÍDAS.
Ah! Quantos aos comentários que me denegreciam, continuam lá, intactos, mostrando que o espaço virtual em pauta, não funciona, realmente, da forma que é descrito. Aí fico me perguntando, qual será a razão para tamanha discriminação? O que estaria lhe impedindo de deixar exposta a minha opinião e, com isto, a promoção do debate e a conseqüente construção do conhecimento? Talvez já saiba a resposta, pelo menos em relação a minha pessoa. É que, aos poucos, estou conseguindo libertar a minha mente das velhas ideologias e utopias, mas também posso estar errado. Vai saber!? Se alguém tiver outra explicação, por favor, poste aqui (com a permissão do moderador, claro), escreva para cleidsonaires@bol.com.br, ou me procure pessoalmente, que estarei aberto a todas as opiniões, mesmos àquelas que venham ferir o meu ego.
Bem, eis a seguir as respostas emitidas por este que vos escreve que foram postadas e deletadas do referido recinto, de onde me foi, vergonhosamente, NEGADO O DIREITO DE RESPONDER.

OBS.: A referida resposta está dividida em 04 partes, a serem postadas uma a uma.


Resposta da Resposta [PARTE 1]
Senhor moderador.

Inicialmente queria parabenizá-lo pela sensatez de deixar exposto o meu comentário e, dar-se, ao menos uma vez, ao trabalho de respondê-lo e, diga-se de passagem, com muita propriedade. Irei procurar seguir a sequência de raciocínio do texto brilhantemente produzido por Vossa Senhoria, objetivando, desta forma, uma melhor compreensão.
A princípio, falas de lado, gostaria de informar-lhe que não me referi em momento algum a cara ou coroa, positivo ou negativo, A ou B, direita ou esquerda, etc. Até porque não sou adepto de ideias de nenhum grupo político, muito embora, ultimamente, tenha recebido diversos convites para participar de alguns, recusando, até o momento, todos. Caso não saibas, recentemente, também teci algumas críticas, de certa forma incisivas, ao principal grupo de oposição de nosso município. A diferença é que este, mesmo discordando, me oportuniza a fazê-las diretamente.
Em relação ao termo “maldosos”, é uma interpretação pessoal, portanto gozas de pleno direito em fazê-la.
No entanto, em meu primeiro comentário não havia nenhum questionamento ou qualquer tipo de declaração ou insinuação acerca deste espaço, ou algo que denegrecesse a imagem de qualquer pessoa, aliás, até então, não tenho certeza absoluta de quem personifica as postagens.
Relembremos!
Quando V. Senhoria notificou a inauguração de uma academia dedicada a terceira idade, postei um comento parabenizando a Secretaria Municipal de Saúde, pela iniciativa de, junto ao Ministério da Saúde, empreender um projeto tão significativo para a nossa comunidade, especialmente para este público. Também asseverei que os trabalhos, até onde pude perceber, estavam entregues nas mãos de uma equipe multiprofissional altamente competente e qualificada para tal, isto é, reconhecendo o mérito da instituição e das pessoas que o fazem, fiz um elogio, conforme apontas no quarto parágrafo. A minha indagação foi acerca da desconsideração de pessoas qualificadas e capacitadas na área de Educação Física existentes em nosso município, destarte, onde o projeto poderia ser melhorado, como mencionas no mesmo estilhaço de texto. Nada contra o profissional responsável pelo desenvolvimento dos trabalhos, inclusive, o acho preparadíssimo, responsável e, por conhecer seus precedentes, indicado para a função. Desta forma, não haveria contestação alguma se acaso não houvessem, neste município, pessoas com tal qualificação. No entanto, elas existem, habitam e necessitam de uma oportunidade como esta, para demonstrarem aquilo do que são capazes, ou pelo menos tentarem. Porém, esta lhes foi negada. Diante disto, supus que, em virtude de considerações ideológicas sobrepujarem apreços acerca do nível de capacitação, temos perdido diversos de nossos maiores talentos para outras localidades que, os absorvem e usufruem de seus potenciais. Agora, alguém me diga, menti?????? Isto é algum comentário maldoso?????? Enegrece a imagem de alguém????? Estaria eu a fantasiar esta situação?????? Ou apontando a outra face ou o complemento da informação acerca de um fato real?????? Bem, gostaria de obter respostas ou contra-argumentos para tais indagações.[…]
                                                                                                  Jandeilmo Cleidson (Cleidão)
[CONTINUA…]


TAG

0 Você estar em: “